domingo, 30 de maio de 2010

Saudade (palavra insubstituível)



Atendendo a pedidos aí está outro texto de Natalie, o terceiro da sequência após Simplesmente Amor e Meu mundo acabou. Espero que gostem!!!!

Acordada em suores no leito vazio, custo a acreditar nessa ausência que permeia o ar do meu quarto, uma ausência que pesa em cada fibra dos lençóis sobre o meu corpo. Estou como um adicto de heroína sem sua musa, que sofre intensamente cada milésimo de segundo de abstinência, e sente as piores reações fisiológicas que se pode sentir nessas noites vazias, inundada de pesadelos cruéis que não me deixam te esquecer nem mesmo durante o sono.
Vivo uma sobrevida, na eterna espera de que um dia sua alma retorne em outro corpo para não me abandonar neste mundo sozinha, mas o paradoxo da realidade sempre faz brotar lágrimas dos meus olhos quando reparo que ainda estou só.
Espere por mim meu amor, logo estarei contigo novamente.

Post by Natalie Dierna.

4 comentários:

  1. adormecer na saudade é esperar ansiosamente o regresso.

    ResponderExcluir
  2. Os textos dessa Autora são bem profundos. GOSTEI


    Kisses And Hugs !

    ResponderExcluir
  3. trágico, sentimental, bom! ^^

    P.L.E

    ResponderExcluir